Proerd forma 736 estudantes em Barreiras

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência foi desenvolvido pela Polícia Militar em sete escolas municipais

A manhã desta quarta-feira, 14, foi dia de formatura para 736 crianças e adolescentes das escolas municipais Alcyvando Luz, Colégio Padre Vieira, Escola do Parque, Tarcilo Vieira de Melo, Cleonice Lopes, João Crisóstomo e Santa Luzia. Após dez semanas de preparação, os estudantes da educação infantil e ensino fundamental I foram oficialmente formados pelo Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – Proerd, uma iniciativa da Polícia Militar em parceria com a Prefeitura de Barreiras.

Durante o período de duração do programa, o instrutor PM aborda, junto aos alunos, temas que vão desde as pressões e influências das amizades até as consequências do uso de drogas lícitas e ilícitas tanto para a saúde quanto nos aspectos legais, e nesse ínterim, os alunos se preparam para serem multiplicadores e repassarem os conhecimentos adquiridos no meio em que vivem, sendo devidamente formados e recebendo o certificado de proerdianos. “Os resultados são os melhores possíveis, é um importante e eficaz investimento em educação e na cultura da paz”, avalia o comandante do CPRO, coronel Paulo Salomão.

Presente à formatura, a vice-prefeita Karlúcia Macêdo destacou a importância do programa no âmbito familiar. “As informações sobre os malefícios que as drogas trazem para o ser humano precisam ser disseminadas, e levar este conhecimento ainda na infância, certamente prevenirá problemas futuros. Importante ressaltar que o Proerd é extensivo às famílias, isto é fundamental”, disse.

Durante o evento, nove estudantes das escolas participantes receberam medalhas de mérito por se destacarem durante o Proerd. A secretária municipal de educação, cultura, esporte e lazer, Cátia Alencar, reforçou a importância do programa, inventivo e valorização da cidadania nessa fase estudantil. “A parceria com a Polícia Militar no desenvolvimento do programa é um ganho para o município, pois nossos alunos são orientados sobre os perigos das drogas por pessoas habilitadas, isso ajuda e reflete também no desempenho escolar e no comportamento das crianças”, destacou a secretária.

Sobre o Proerd – O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD, foi criado nos Estados Unidos em 1983 com o objetivo de prevenir o uso de drogas por crianças e adolescentes. Esse programa tem caráter social e preventivo, se concretizando numa parceria entre a Polícia Militar, Escola e Família com o intuito de engajar esforços na educação preventiva de crianças, adolescentes e jovens. Este Programa foi implantado no Brasil na década de 90 e na Bahia no ano de 2003. É desenvolvido na Região Oeste da Bahia desde 2008 atendendo estudantes da educação infantil, 5º e 7º anos de escolas da rede pública (municipais e estaduais) e da rede particular de ensino.

  • Compartilhe: