Prefeito Zito Barbosa e parceiros realizam visita técnica para verificar os trabalhos de recuperação hidroambiental na Microbacia do Rio de Ondas

Nesta segunda-feira (13), o prefeito Zito Barbosa acompanhado do chefe de Gabinete, Jeferson Barbosa, da equipe da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade e instituições parceiras, realizaram uma visita técnica para verificação dos trabalhos realizados através do Projeto de Recuperação e Conservação da Microbacia Hidrográfica do Rio de Ondas, projeto realizado por meio de acordo de Cooperação Técnica firmado entre a Prefeitura de Barreiras, Codevasf e Instituto AIBA, que prevê a realização de estudos, elaboração de projetos e viabilização de trabalhos em prol da recuperação dos corpos hídricos, objetivando a conservação e recuperação de nascentes, áreas de recarga hídrica e processo erosivo.

O prefeito ao lado do secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Demósthenes Júnior, e dos representantes das instituições vistoriou o projeto na região do Vau da Boa Esperança, onde foram realizadas ações como: construção de 7,51 km de cercas para proteção de APPs; construção de 152 bacias de captação, acumulação e infiltração de águas pluviais (barraginhas), com diâmetros variando de 10 a 20 metros; adequação de estradas vicinais; construção de 8,4 km de terraços; desassoreamento e limpeza manual do córrego da Fazendinha; estabilização de 01 voçoroca localizada próxima à comunidade Angélica Ayres; construção de 05 bebedouros animais em alvenaria, com capacidade de 3.500 litros; descompactação de solo em 16,50 hectares de pastagem; instalação de 28 placas de sinalização com mensagens educativas; plantio de mudas em 3,0 hectares em APP; construção de 01 passagem-molhada em concreto armado, e realização de atividades de sensibilização e educação ambiental.

Nessas ações, a Codevasf investiu mais de R$ 708 mil, com recursos oriundos de destaque orçamentário do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Também participaram da visita os profissionais da Codevasf lotados na 2ª Superintendência regional, sendo Edson Rodrigues Marques Júnior, gerente regional de revitalização; Manoel Nicolau de Souza Neto, chefe da unidade de desenvolvimento territorial e fiscal das obras; Maurício Cardoso Nascimento, engenheiro agrônomo e presidente da Comissão de Recebimento; Sérgio Roberto Alves Farias e Alan Fabiano Galvão da Silva, engenheiros civis e membros da Comissão de Recebimento; Fabíola de Jesus Silva e Pedro Bruno Xavier Alcântara, engenheiros agrônomos e ainda, a diretora de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da AIBA, Alessandra Chaves e do diretor financeiro, Hélio Hopp.

Edson Júnior manifestou-se satisfeito com os trabalhos realizados e disse que a Codevasf conseguiu, apoiada pelos parceiros, contribuir em favor da recuperação e conservação da microbacia do Rio de Ondas. Manoel Nicolau, que acompanhou, coordenou e fiscalizou a execução das intervenções, informou que “o êxito dos trabalhos só foi possível graças à parceria que foi formalizada e colocada em prática no dia-a-dia com a Prefeitura de Barreiras, representada pelas Secretarias de Meio Ambiente e Sustentabilidade e de Infraestrutura; e o Instituto Aiba e ainda o apoio da Fundação Mundo Lindo”, disse.

O prefeito comemorou o resultado da parceria ressaltando a importância dos trabalhos realizados.  “Os trabalhos de recuperação realizados neste Projeto vem para contribuir muito para a preservação e conservação dos nossos recursos hídricos. É um trabalho que vai auxiliar na retenção das enxurradas, aumentar a infiltração da água no solo e minimizar os efeitos provocados pela elevação hídrica, evitando a erosão e o assoreamento de rios, riachos, veredas e nascentes. Esta ação, associada ao cercamento das áreas de preservação permanente, aumentará o processo de recarga do aquífero, contribuindo para o aumento da quantidade e qualidade da água do Rio de Ondas”, pontuou Zito Barbosa.

De acordo com o secretário Demósthenes Júnior, que também é o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Grande, com o acordo de cooperação técnica, foi possível obter um diagnóstico preciso, mobilizar as comunidades e definir as obras e serviços de recuperação e conservação de solo e água, na qual optou pela a realização na Microbacia Hidrográfica do Rio de Ondas, localizada na Sub-Bacia do Rio Grande e Bacia do Rio São Francisco. Além dos trabalhos realizados na microbacia do Rio de Ondas, também foi realizado visita nas barragens do Rio Ribeirão Boa Sorte que receberam os serviços de desassoreamento.

Dircom/PMB 14.09.2021

  • Compartilhe: