Reunião de emergência traça estratégias no combate aos incêndios florestais, no Oeste

O encontro reuniu representantes da Prefeitura de Barreiras, Corpo de Bombeiros, Inema e Aiba

 

O avanço dos focos de incêndio florestal na região Oeste da Bahia mobilizou, mais uma vez, a parceria entre a Prefeitura de Barreiras, o Comando Geral do Corpo de Bombeiros, Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba). Nesta quinta-feira (23), com a presença do Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Cel. Adson Marchesini, representantes destas instituições se reuniram para traçar novas estratégias no combate aos incêndios.

Mesmo com o trabalho ininterrupto das equipes do Corpo de Bombeiros e PrevFogo, o agravamento da situação, com ameaças às comunidades Rio de Pedras, Sangueira, Mata do Puba, Sapé e Nanica, na zona rural de Barreiras exigiu um reforço na guarnição. “Contamos com um efetivo de 89 bombeiros na região Oeste, só em Barreiras estão 50 combatentes, também vamos aumentar o número de veículos para poder chegar mais rápido aos focos de incêndio. A Prefeitura de Barreiras tem nos ajudado garantindo estrutura para que nosso trabalho seja realizado da melhor forma”, destacou o comandante.

Para o vice-prefeito de Barreiras, Emerson Cardoso, presente na reunião em companhia dos secretários de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Demósthenes Júnior e de Segurança Cidadã e Trânsito, Júnior Sampaio, o momento requer, além de cuidado redobrado, ação conjunta e imediata. “Estamos, desde o início dos focos de incêndio acompanhando e garantindo a parceria. Agora, será intensificada, com o fornecimento de alimentação aos bombeiros que chegaram para reforçar as equipes de campo e também, fornecimento de veículos e equipamentos necessários. Além disso, continuaremos com os carros pipa garantindo o abastecimento de água às aeronaves”.

Dois aviões modelo Air Tractor, com capacidade de armazenamento de dois mil litros de água cada, estão sendo utilizados na contenção dos incêndios em Barreiras. As aeronaves foram enviadas pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) e Inema. “Ontem conseguimos outro avião que estava em Luís Eduardo para dar assistência às localidades de Mata do Puba, Rio de Pedras e Sangueira. Foi um dia intenso, aqui mais próximo da cidade, em Sapé e Nanica as chamas também se alastraram muito deixando animais mortos, veredas queimadas e o pior, se aproximando muito das comunidades”, relata o secretário de Meio Ambiente, Demósthenes Júnior.

Entre agosto a outubro a região Oeste registra o período de maior seca, quando os baixos índices pluviométricos e altas temperaturas associadas a baixa umidade do ar se intensificam, como resultado, a proliferação dos casos de incêndios florestais. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a maioria dos incêndios ocorre pela ação humana, daí a importância de as pessoas redobrar os cuidados, evitando jogar pontas de cigarros nas rodovias, realizar queimadas para limpeza de pastos ou de lixo doméstico.

Canais de denúncia – A qualquer sinal de incêndio, a população deve ligar para o 193. As denúncias de queimadas ilegais e outros crimes ambientais podem ser feitas pelo telefone 0800 071 1400.

Dircom/PMB – 23.09.2021

 

  • Compartilhe: