Prefeitura de Barreiras orienta pacientes sobre distribuição do medicamento Losartana pela Central de Abastecimento Farmacêutico

Diante das informações que circulam na mídia nacional que versam sobre a identificação de impurezas, chamadas de nitrosaminas, nos princípios ativos conhecidos como “sartanas”, losartana e a valsartana, utilizados na fabricação de medicamentos para o tratamento de hipertensão arterial (pressão alta), a Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Saúde ressalta, que o município não distribui o medicamento dos laboratórios que apresentaram problemas em sua composição, destaca ainda, que a medicação distribuída pela Central de Abastecimento Farmacêutico – CAF, aos pacientes que fazem uso da medicação, é a losartana potássica do Laboratório TEUTO. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA informa que os medicamentos contendo losartana, dos outros laboratórios, podem ser adquiridos e administrados normalmente pela população, sempre conforme as orientações e prescrição médica.

De acordo com a nota publicada pela ANVISA, a Sanofi Medley e o Laboratório Sandoz anunciaram o recolhimento voluntário e preventivo de todos os lotes de remédios com o princípio ativo Losartana como medida de precaução devido à presença de impurezas mutagênicas nos produtos. Ainda de acordo com a Anvisa, o Laboratório Sandoz também comunicou, no dia 15 de setembro de 2021, o recolhimento voluntário e preventivo de lotes da Losartana, Losartana HCT e Lorsarcor, em razão de identificação de impureza acima do limite estabelecido.

Para mais informações acesse: https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2022/anvisa-esta-adotando-medidas-para-garantir-a-seguranca-de-medicamentos-do-tipo-sartanas-utilizados-no-brasil

Dircom/PMB 14.03.2021

  • Compartilhe: