Oficina Capoeira de Angola leva cultura, conhecimento e solidariedade através da Lei Aldir Blanc

Em Barreiras, mais um projeto aprovado pela Lei Aldir Blanc – criada com a proposta de minimizar os impactos da pandemia da Covid-19 no setor cultural -, será conhecido pelos adeptos da capoeira e demais interessados. Trata-se da Oficina Capoeira Angola, que será realizada no próximo sábado (27), em formato virtual e com a participação especial do mestre Olavo Perri, com mais de 50 anos dedicados à arte. O projeto contemplado foi proposto pelo Grupo de Capoeira Quilombo Angola, que durante a pandemia ficou impossibilitado de funcionar e repassar a arte.

“Mestre Olavo mora em Barreiras e é o mestre responsável pelo nosso grupo. A capoeira Angola é a capoeira tradicional, inventada pelos escravos no Brasil, uma técnica diferente e bastante procurada por novos alunos e também por aqueles que praticam tanto a capoeira regional, quanto a capoeira contemporânea. Neste período o mestre, assim como tantos outros artistas, passou por dificuldades e a Lei Aldir Blanc nos ofereceu a oportunidade de seguir em frente, explica o professor do Grupo Quilombo Angola, Éder Luís Mathias Medeiros.

Durante a oficina, além da participação do mestre Olavo terão outros três professores na programação dividida em etapas específicas. A oficina começa a partir das 8h, com técnicas de alongamento. Das 9h às 10h serão ensinados os movimentos iniciais básicos da capoeira Angola. Depois, das 10h às 11h será realizada uma aula de interação destes movimentos com outros quando, então, acontece o jogo. Ao final, em um cenário festivo, o Mestre Olavo mostra os instrumentos por ele confeccionados e a integração musical de cada um destes instrumentos. Um bate papo regado a muita experiência encerra o evento.

“Desde a sanção da Lei Aldir Blanc, pelo Governo Federal, acompanhamos de perto a aplicação dos recursos destinados aos fazedores de cultura que foram penalizados com a pandemia do Coronavírus. Esta oficina é mais um projeto aprovado em Barreiras e que terá os recursos destinados a uma pessoa que se dedica a esta tão importante arte que é a capoeira”, destaca a coordenadora de Cultura da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Barreiras, Emília Moreno.

Inscrições – Os interessados em participar da Oficina Capoeira de Angola podem garantir a inscrição no link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfVcVLwXKVx1IRLl0quOEp6y5bdqDeEBDOtPnPg_irdJjcRTw/viewform?usp=sf_link

Dircom/PMB – 25.11.2021

  • Compartilhe: