Vice-prefeito Emerson Cardoso e secretário de saúde Melchisedec Neves visitam sede da Ong LOBO

Com 16 anos de atuação em Barreiras, a Ong Liga de Ordem para Bichos Órfãos (LOBO) é destaque na região Oeste pelo trabalho de proteção a cães e gatos abandonados ou vítimas de maus-tratos, oferecendo um lar provisório enquanto aguardam pela adoção responsável. Para conhecer mais sobre o dia o dia a dia da instituição, no sábado (15), o vice-prefeito Emerson Cardoso, o secretário de Saúde Melchisedec Neves e o coordenador da Vigilância Sanitária, Canuto Aires estiveram na LOBO e acompanharam o trabalho realizado por voluntários e profissionais que atuam no local.

De acordo com a presidente da Ong, Virgínia Zanon, desde a fundação, a instituição já conseguiu que mais de quatro mil animais fossem adotados. “Para incentivar a adoção responsável realizamos feiras, onde há adesão do público à causa, mas aqui no abrigo também é possível adotar um dos animais”. Ela diz ainda que na entidade são oferecidos serviços veterinários a preço social, como forma de estimular a adoção, além dos mutirões de castrações eletivas para cães e gatos de tutores que não podem pagar. “Em média, realizamos 120 atendimentos ao mês, destes, 80% são procedimentos cirúrgicos”, fala Virgínia.

Durante a visita, o vice-prefeito Emerson Cardoso destacou o trabalho de saúde pública em favor dos animais e da população. “Nossa gratidão a todos que atuam na LOBO, principalmente à rede de voluntários, à liderança e o amor incondicional a causa de Janete e Virgínia. Aqui os animais abandonados encontram um cantinho de amor, carinho, respeito e solidariedade”, disse.

A LOBO conta com 12 voluntários, além de funcionários fixos. A Prefeitura de Barreiras mantém convênio com a instituição que garante os salários de médicos veterinários e outros profissionais. Com o apoio de empresas e colaboradores a Ong mantém um gatil e um canil para acomodar os animais, mas a demanda é grande e os custos com a manutenção também. “A maioria das vezes os animais chegam machucados e doentes, vítimas de maus tratos, contamos com a ajuda de parceiros que colaboram com a doação de ração, remédios e outros itens, mas o número de animais abandonados é muito grande”, explica a vice-presidente, Janete Lauck.

Atendimentos – A instituição funciona de segunda a sexta-feira em horário comercial, além dos plantões de sobreaviso aos sábados, domingos e feriados. O endereço é Rua Jabaquara, 130, Morada Nobre e o WhatsApp é (77) 99452-2338.

Dircom/PMB – 17.01.2022

  • Compartilhe: