SEMATUR de Barreiras participa de encontro para discutir projeto para redução de desmatamento na cadeia produtiva da soja

A conservação da biodiversidade na região do MATOPIBA foi o objetivo central do encontro

Um encontro realizado na sede da Secretaria de Agricultura, Tecnologia, indústria e Comercio entre equipe do governo municipal com membros da Conservação Internacional -CI e da Sociedade Rural Brasileira-SRB discutiram ações para implementação do projeto “Diminuindo o desmatamento na cadeia produtiva da soja” na região do MATOPIBA.

O projeto é coordenado pela Conservação Internacional Brasil em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, a Sociedade Rural Brasileira e a Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável. Além disso, outros parceiros do projeto participam como o Ministério do Meio Ambiente, a Secretaria de Meio Ambiente do estado da Bahia e Prefeituras.

O objetivo central dessa iniciativa é promover a produção sustentável em harmonia com a conservação da biodiversidade na região do MATOPIBA, com foco nos municípios de Barreiras, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães, Riachão das Neves e São Desidério. A inovação consiste numa abordagem integrada da cadeia produtiva de commodities agrícolas, baseada no envolvimento de diversos atores em prol da produção sustentável, demanda responsável e transações financeiras.

Segundo os coordenadores, a expectativa é que no final do projeto tenha-se um consenso entre os principais atores sobre o desenvolvimento sustentável da região, facilitando assim, a adequação ao Código Florestal, em especial os componentes de cadastramento e regularização ambiental dos imóveis rurais. Também existe a proposta de zoneamento para áreas prioritárias, que define áreas para expansão da produção e áreas destinadas para a conservação.

O secretário de Meio Ambiente e Turismo de Barreiras, Ailton José da Silva disse que esse projeto consiste também na criação de um sistema que induz o produtor a adotar e implementar boas práticas agrícolas. “Esse projeto também contribuirá para implementação de boas práticas agrícolas e manejo sustentável nas propriedades rurais, incluindo restauração da vegetação nativa, onde for necessário”, ratificou o secretário.

  • Compartilhe: