Profissionais da Atenção Básica de Barreiras participam do Seminário Regional sobre Doença de Chagas

O evento também contou com a participação das equipes da Vigilância Epidemiológica e Agentes de Endemias do município

Com apoio da Secretaria Municipal de Saúde, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) através do Núcleo Regional de Saúde Oeste (NRS/Oeste) iniciou nessa terça-feira (09), o primeiro Seminário Regional sobre Doença de Chagas, com o objetivo de discutir estratégias conjuntas para o fortalecimento das ações de vigilância, assistência e controle vetorial no âmbito do Programa de Controle da Doença de Chagas.

O evento que contou com a participação especial da Banda Municipal 26 de Maio na cerimônia de abertura acontece até a próxima quinta-feira (11) no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), e reúne profissionais da Atenção Básica, Vigilância Epidemiológica, Agentes de Endemias, pesquisadores vinculados às instituições públicas de ensino e pesquisa do Estado da Bahia. As Secretarias de Saúde dos Estados de Goiás e Pernambuco que são referências nacionais, também estão participando junto com a equipe técnica do Programa Nacional de Controle da Doença de Chagas do Ministério da Saúde.

No total, 36 municípios que compõem o Núcleo Regional de Saúde participam do evento que apresenta o cenário epidemiológico da doença de Chagas na Bahia. Em Barreiras, a Unidade de Saúde Leonídia Ayres atende atualmente uma média de 130 pacientes no Programa de Referência de Chagas, que são acompanhadas pelos médicos cardiologistas. Por ano, o município chega a atender cerca de 1.800 pessoas.

De acordo com o secretário municipal de saúde, Anderson Vian, que compôs a mesa de abertura ao lado da coordenadora do NRS, Suzete Dias, do coordenador Gabriel Muricy, representando a DIVEP/SESAB, professor Artur Gomes, representando a Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e do professor Rafael Simões, representando a Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), o município de Barreiras além de ter uma unidade de referência no atendimento e acompanhamento da doença de Chagas, orienta e realiza prevenção em toda rede da atenção básica.

“Esse evento com certeza agrega conhecimento e vem somar com as experiências já vivenciadas no nosso município. Em Barreiras, o paciente que faz o tratamento contra chagas tem atendimento prioritário em toda rede de Atenção Básica, que já chega em 67% de cobertura, priorizando o acompanhamento e atendimento necessários dos nossos munícipes. Parabenizo toda equipe da SESAB e NRS pela estrutura e qualidade das temáticas abordadas nesse seminário”, frisou.

Segundo Suzete Dias, durante os três dias do Seminário Regional sobre Doença de Chagas, serão apresentada as experiências de êxito ocorridas dentro do programa dos municípios prioritários. “Hoje é um dia de extrema importância, fico muito feliz de ver todos os municípios que fazem parte da macrorregião participando desse primeiro seminário sobre chagas no Oeste. Agradeço os parceiros que contribuíram para esse momento de troca de experiência, valoroso para nossos municípios”, destacou a coordenadora do NRS.

  • Compartilhe: