No Dia Mundial da Água crianças de creche de Barreiras são estimuladas a plantar e cuidar das árvores

Estimular as crianças a preservar os recursos disponíveis no meio ambiente é um dos eixos que integra o Projeto Escola Mais Verde, desenvolvido pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Barreiras. Como parte da proposta e também para celebrar o Dia Mundial da Água, nesta terça-feira (22), alunos de dois a quatro anos de idade do Centro Municipal de Educação Infantil Areolina Cardoso, na Vila Rica, participaram do plantio de 23 mudas de espécies do cerrado, na sede da creche.

A ação contou com o apoio de técnicos da Secretaria de Meio Ambiente que levaram as mudas produzidas pelo Viveiro Municipal, mantido pela Secretaria. “A escola apresentou um projeto que se encaixou perfeitamente na metodologia do Escola Mais Verde. O plantio destas árvores além de trazer beleza, sombreamento e melhora de microclima estimula para que estas crianças já cresçam praticando atitudes sustentáveis como a rega e o cuidado com as árvores”, explica a subsecretária de Meio Ambiente, Marisa Costa.

Durante as atividades, os pequenos observaram com atenção como uma árvore pode ser cultivada e os benefícios que ela trará, no futuro. Por se tratar de crianças muito pequenas, as explicações utilizaram recursos lúdicos como forma de prender a atenção e ao mesmo tempo, ensinar e divertir. A meta do Projeto Escola Mais Verde é levar arborização às 77 unidades escolares de Barreiras, da sede e da zona rural do município.

Para o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Demósthenes Júnior, a ação realizada junto aos alunos da creche se reverte na formação de cidadãos mais críticos e responsáveis. “Os programas de educação ambiental nas escolas proporcionam a aproximação do estudante com a natureza, fazendo com ele que também se sinta parte do meio ambiente e principalmente, que cabe a ele, a missão de proteger e cuidar”, destaca.

Dircom/PMB – 23.03.2022

  • Compartilhe: