Estudantes do Colégio Municipal Padre Vieira promovem Mostra de Agronegócio do Programa Conhecendo o Agro

Nesta manhã de quinta-feira,07, o pátio e as salas de aula do Colégio Municipal Padre Vieira estavam lotadas de estudantes e visitantes que foram conferir a Mostra de Agronegócio promovida pelas turmas do 5º ao 9º ano. Painéis de fotos, maquetes, portfólios, sementes, receitas culinárias e artesanatos feitos de soja, milho e algodão, foram expostos, marcando o encerramento das atividades do programa educacional “Conhecendo o Agro”, mantido pela Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), em parceria com a Prefeitura de Barreiras, Instituto Aiba, Sindicato de Produtores Rurais de Barreiras e SENAR.

Iniciado em julho, o Conhecendo o Agro proporcionou uma nova visão aos professores e aos mais de 800 estudantes envolvidos na etapa piloto, desenvolvida no Colégio Padre Vieira. Como forma de aprendizado e experiência prática, os estudantes conheceram fazendas modelos, laboratórios específicos para aprimoramento das agriculturas, a unidade de processamento da Cargil e as instalações do Hangar da ABA Manutenção de Aeronaves. Entusiasmada nas explicações do projeto “De algodão, soja e milho também se faz artesanato”, a estudante do 8º ano, Tainá Beatriz contou um pouco sobre a nova experiência.

“Durante meses tivemos a oportunidade de saber mais do agronegócio, conhecer a agricultura familiar, agricultura do campo, máquinas agrícolas e os aviões que lançam os fertilizantes. Foi uma experiência incrível, manusear o algodão, soja e milho e depois ver o processamento até que se torne roupa, alimento e produtos. Além disso, com a orientação da professora de arte Maria Raquel aprendemos a reaproveitar vários materiais e fazer artesanato”, disse Tainá.

A coordenadora do 6º ao 9º ano, Marcia Rasia, juntamente com os professores envolvidos, recepcionou a Escola Municipal Carmosa e o Colégio Sagrado Coração de Jesus. “Finalizamos essa primeira etapa totalmente satisfeitas com os resultados. Obtivemos o envolvimento dos alunos, desmistificamos conceitos negativos do agronegócio e além de tudo abrimos uma visão empreendedora para nossos jovens, que já garante investir em formação profissional na área”, pontuou Rasia. Ela ainda contou que no próximo dia 14, mais de 200 estudantes estarão em Luís Eduardo Magalhães para o intercâmbio com as cinco escolas que também participam do programa.

  • Compartilhe: