Em aula de campo, acadêmicos da UFOB visitam obras de macrodrenagem no Loteamento São Paulo

Na tarde desta terça-feira (10) estudantes, do curso de engenharia civil da Universidade Federal do Oeste da Bahia – UFOB, participaram de uma aula de campo e puderam conferir de perto o ritmo acelerado de execução das obras de saneamento, que compreendem a micro e macrodrenagem, construção de calçadas com piso tátil e pavimentação dos Bairros Morada da Lua de Baixo, Loteamento São Paulo, Vila Juri e Sandra Regina.

Os acadêmicos foram recepcionados pelo fiscal das obras, o engenheiro Marcus Penalber, no canteiro central da Metro Engenharia que está situado no Loteamento São Paulo. Lá os alunos puderam conhecer aspectos gerais das intervenções, os investimentos que a Prefeitura de Barreiras vem fazendo com os recursos que já superam a marca de 22 milhões de reais e os desafios no dia a dia no campo de obras. “Com a ajuda dos recursos do convênio com o Desenbahia, a Prefeitura vem trabalhando e acompanhando todas as atividades para que a obra seja finalizada até o final de 2019. Essa obra é pioneira na cidade e demostra a sensibilidade e preocupação do prefeito Zito Barbosa com a qualidade de vida da população de Barreiras, de modo especial dos moradores desses bairros acabando de vez com a problemática dos alagamentos nesta área”, destacou Penalber.

A aula fez parte da disciplina Sistemas de Saneamento Básico, ministrada pelo professor José Leonardo Carvalho. Nas ruas do Loteamento São Paulo, o engenheiro da empresa Metro, Alessandro Nunes, explicou e mostrou detalhes sobre pavimentação, construção de galeria pluvial, contenção de calçadas, concretagem, sistemas de captação e tubulação.

“Sempre é importante conciliar teoria e prática, isso na engenharia é fundamental. Acredito que hoje, a visita nesta obra é essencial para os estudantes visualizarem de fato aquilo que a gente aborda em sala de aula, uma experiência única, porque muitos profissionais ao longo da vida não terão a possibilidade de estar numa obra de magnitude como essa”, concluiu José Leonardo.

O acadêmico Mateus Leão está no oitavo semestre de engenharia e fez parte do grupo que acompanhou a aula de campo. “Para nós, aqui no interior do Oeste, é importante ver o investimento da Prefeitura e o olhar público para as deficiências que tem na cidade tanto na drenagem como no saneamento, é de importância ímpar observar na prática o que aprendemos na teoria”, comentou.

  • Compartilhe: