Arraiá do CAPS II promove alegria e integração no Centro Histórico de Barreiras

O clima de São João invadiu o Mercado Municipal Caparrosa no Centro Histórico de Barreiras, na tarde dessa terça-feira (18). Com o ambiente todo decorado de adereços juninos, o espaço foi preparado para receber familiares e usuários no 15° Arraiá do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II).

O xadrez, a chita e o colorido dos festejos juninos animaram os usuários que caíram no forró da Recicla Banda. No espaço, com muitas brincadeiras e comidas típicas, o momento lúdico também foi marcado com a apresentação da Chica Animação, que criou uma quadrilha junina envolvendo todos os usuários, familiares e funcionários, transformando o arraiá de São João em um verdadeiro ambiente de integração social.

De acordo com o coordenador do CAPS II, esses momentos são importantes para a interação dos usuários, fortalecendo os vínculos que auxiliam no tratamento. “O Arraiá do CAPS já é uma tradição, e pela primeira vez realizamos a festa em um ambiente aberto, fora do nosso espaço tradicional com o intuito de mudar a rotina deles, e isso favorece a interação em outros espaços. Nessas festas, todos participam da decoração e organização como um todo, valorizando o empenho de cada um, pois, muitos têm ´carência afetiva´, e aqui ficam a vontade junto com a equipe do CAPS e familiares”, disse Janicio da Mata.

Participaram dos festejos o subcomandante do CPRO, Ten. Cel. Camilo Uzêda, a coordenadora do CAPS AD, Denny Samper e secretário municipal de saúde Anderson Vian, destacando que eventos temáticos como o São João estão inseridos na política de saúde mental do Ministério da Saúde, considerados essenciais para a organização da rede de atenção em saúde mental, o que proporciona a integração e inserção do usuário na sociedade.

“Agradecemos a participação de todos nessa festa que acontece há 15 anos em nosso município, e que a cada ano fica mais bonita e especial. Acompanhamos os usuários, dentro do Projeto Saúde Humanizada, com uma equipe multiprofissional que realizam ao longo do ano atividades sociais e culturais com objetivo de fortalecer o vínculo entre todos: pacientes, família e profissionais”, destacou Anderson Vian.

Atualmente, o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II) em Barreiras atende cerca de 500 usuários cadastrados. A sede está localizada no bairro Morada Nobre com atendimento de segunda a sexta-feira, voltado para adultos com transtornos mentais graves e persistentes (esquizofrenias, depressões graves, transtornos bipolar e outros). A equipe é multiprofissional na área da Assistência Social, Enfermaria, Educação Física, Médicos, Psicólogos, Terapeutas e outros.

  • Compartilhe: