13ª Primavera dos Museus terá cultura, arte, música e inclusão no Museu Napoleão de Mattos Macêdo em Barreiras

Confirmada para os dias 18, 19 e 20 deste mês, a 13ª edição da Primavera dos Museus de Barreiras será espaço de difusão de cultura e inclusão social. Uma programação elaborada pela Secretaria de Educação, via sua Diretoria de Cultura promete movimentar os três dias e levar às pessoas a visitarem e conhecerem mais sobre o mundo dos museus. Com o tema central ‘Museus por dentro, por dentro dos museus’, a Primavera dos Museus é um evento de responsabilidade do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), realizado em todos os museus do Brasil.

Todas as atividades se concentrarão no Museu Municipal Napoleão de Mattos Macêdo, que a partir de segunda-feira, 16, passa a funcionar em nova sede na Avenida José Bonifácio, nº 234, em frente ao Clube ABCD. A abertura oficial da 13ª Primavera dos Museus acontecerá na quarta-feira (18), às 17h, com apresentações da Banda Municipal 26 de Maio, Reisado da Zefa e danças. No dia seguinte, quinta-feira (19), as atividades começam pela manhã, com teatro da Miquei, musicalização da Escola Municipal de Música Antoninho Sampaio, balé, pintura ao ar livre com integrantes do CAPS II e também exposição de artesanatos, biscoitos e doces regionais, encerrando as atividades, por volta das 16h.

Na sexta-feira (20), último dia, as exposições de artesanato da Asbart e Girassol ficam à disposição do público. O encerramento está previsto para às 19h com o Concurso de Fanfarras no Parque de Exposições Engenheiro Geraldo Rocha. Uma programação pensada como forma de levar as pessoas ao museu e, assim, promover a inserção à história e memória de Barreiras.

“Buscamos oferecer ao público atividades especiais, como visitas mediadas, apresentações, oficinas e exposição do nosso artesanato. Tudo isso, buscando fortalecer a história de Barreiras, nossas origens e preservar também a memória do nosso povo. É importante que as pessoas participem, passem pelo museu, entrem e conheçam mais sobre Barreiras, é preciso conhecer nosso passado para entender o nosso presente”, disse a secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Cátia Alencar.

  • Compartilhe: