SEMATUR Barreiras entrega horta orgânica na Escola do Parque

A Escola do Parque já conta com um projeto ambiental diferenciado: a horta orgânica comunitária. Essa primeira etapa foi entregue aos estudantes e professores no último dia 12 de abril pela Secretaria de Meio Ambiente e Turismo.

Esse trabalho faz parte da extensão do viveiro municipal, e tem como objetivo despertar o interesse das crianças para o cultivo de horta sem o uso de agrotóxicos, além de acompanhar todo processo de plantio, germinação e colheita de hortaliças, ervas e legumes. Outro ponto essencial é a busca por um estilo de vida mais saudável, com alimentos mais nutritivos e naturais, também conscientizando as crianças sobre o equilíbrio ambiental e sustentabilidade.

A entrega simbólica foi realizada pelo secretário da SEMATUR Ailton José da Silva, o subsecretário Demósthenes Júnior juntamente e demais servidores da secretaria. A diretora da escola Rosineide Almeida, a vice-diretora Angela Guedes, professores e estudantes acompanharam a visitação à horta orgânica.

“O projeto se caracteriza por ser uma atividade continuada, portanto, não tem tempo de duração que possa ser pré-estabelecido. Afinal, uma vez montada a horta é possível imaginar, que a cada ano, novas turmas darão continuidade ao projeto”, disse o secretário Ailton.

O servidor e engenheiro agrônomo Raimundo Guedes explica que existe a necessidade da construção de novas visões educacionais que integrem a saúde e o meio ambiente através de projetos realizados na escola. “O desenvolvimento de trabalhos realizados em hortas orgânicas no ambiente escolar aborda temas como educação ambiental, e educação para a saúde através dos aspectos nutricionais e alimentar”, garantiu.

A diretora Rosineide Almeida reconheceu a importância do projeto da SEMATUR, e enfocou que o cultivo de hortas escolares pode ser um valioso instrumento educativo. “O contato com a terra no preparo dos canteiros e a descoberta de inúmeras formas de vida que ali existem, como também acompanhar a germinação das sementes, pode transformar este pequeno espaço da escola em um local de aprendizado. Tenho certeza que essa parceria com a SEMATUR, conseguiremos alcançar nosso objetivo que é sensibilizar e conscientizar as crianças de que a vida depende do ambiente e o meio ambiente depende de cada cidadão deste planeta”, finalizou.

  • Compartilhe: