Secretaria de Educação de Barreiras realiza devolutiva do Simulado ANA e Prova Brasil

A Prefeitura de Barreiras por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer realizou na tarde dessa segunda-feira, 10, um encontro com os gestores e coordenadores escolares para entrega da devolutiva do Simulado ANA e Prova Brasil, realizado nos 3º, 4º e 8º anos de todas as escolas da rede municipal de ensino.

Ao todo 6.109 alunos da zona urbana e rural participaram do simulado no mês de julho, para avaliar a proficiência em Matemática e Língua Portuguesa dos alunos, elencando um diagnóstico e indicadores da aprendizagem em toda rede. Com os resultados em mãos, agora os gestores escolares poderão aperfeiçoar as práticas docentes para melhorar o desempenho em todos os índices de avaliação do MEC para 2019.

A apresentação dos resultados foi coordenada pelo assessor técnico Aparecido Freitas, que expôs a realidade de municípios do Ceará, como Sobral, que após aplicação de ferramentas pedagógicas e envolvimento da docência, mudou totalmente os indicadores do município, sendo destaque nacional no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica- IDEB.

“Nosso objetivo é a qualidade educacional, o resultado da Prova Brasil, ANA e IDEB serão uma consequência de toda a transformação que estamos realizando em nossa estrutura educacional, motivando os nossos professores para que isso reflita diretamente em nossos alunos”, disse Freitas.

A secretária de educação, Cátia Alencar, apontou os simulados como ferramentas eficazes no processo para melhorar os indicadores da aprendizagem, disse ainda, que a Secretaria de Educação tem procurado manter a boa qualificação de seus professores, com permanente acompanhamento e apoio as gestões escolares.

“Temos mantido prognóstico curricular e de ensino baseado nesse estreitamento entre a gestão escolar e a equipe pedagógica, com o objetivo de ampliarmos as ferramentas pedagógicas para assegurar excelentes resultados, e essa é nossa meta. Com esses resultados dos simulados, conseguiremos a partir de agora, medir o conhecimento dos alunos em matemática e língua portuguesa, e buscar reforçar conteúdos ainda não fixados, incentivando melhores resultados de forma contextualizada e interdisciplinar”, explicou a secretária de educação, Cátia Alencar.

  • Compartilhe: