Oeste Genética se consolida como principal evento pecuário do Oeste da Bahia

A VI Oeste Genética, o XVI Fórum de Pecuária e o I Encontro da Cadeia Produtiva do Leite do Oeste da Bahia foram sucessos de público e negócios, com apresentação de inovações para o setor de produção de proteína animal.

Entre a vasta programação, fóruns, leilões de gado de corte e leite e palestras que visaram contribuir com o desenvolvimento econômico e aumento da competitividade produtiva das fazendas na região Oeste da Bahia.

A cada ano que passa a Oeste Genética se consolida como o principal evento voltado ao setor pecuário e a edição realizada entre 21 e 25 de novembro último teve como um dos diferenciais o I Encontro da Cadeia do Leite do Oeste da Bahia, uma nova matriz produtiva com enorme potencial de crescimento no Oeste da Bahia. Palestrantes e técnicos de renome nacional e representantes das mais diversas entidades ligadas ao agronegócio marcaram presença no evento que promete ser o divisor de águas no fortalecimento da pecuária leiteira regional.

Três importantes leilões movimentaram o Tathersal do Parque de Exposição Engenheiro Geraldo Rocha, em Barreiras. Durante a noite do dia 21, o 1º Leilão de Matrizes Girolandas e Guzolandas ofertou vacas com genética de alta produção, muitas delas com bezerra ao pé e penhas. Em função da alta capacidade produtiva, os animais comercializados proporcionarão um ganho enorme aos criadores e ajudarão a fortalecer a bacia leiteira do Oeste da Bahia.

A tarde do sábado, 23, foi reservada para o tradicional Leilão Acrioeste Bezerras e Bezerros, para cria, recria e engorda. Evento muito esperado pelos criadores, o Leilão Acrioeste teve 100% de liquidez, muito disso em função da excelência da genética ofertada e a alta demanda por esse tipo de animal.

Fechando o evento, já em sua 13ª edição, o Leilão da Prova de Ganho em Peso à Pasto (PGP), da Antônio Balbino Empreendimentos Agropecuários, a mais aguardada genética provada a pasto, comercializou 200 Touros Nelores PO e 50 Matrizes Nelore PO. O leilão foi transmitido ao vivo pela Central dos Leilões e teve animais comercializados com criadores de diversos município da Bahia e de estados vizinhos, como Goiás e Minas Gerais.

Texto: Acrioeste
Fotos: Acrioeste e Dircom/Barreiras

  • Compartilhe: