Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é alvo de palestras da equipe da Secretaria de Assistência Social e Trabalho em Barreiras

Dando continuidade às atividades da Semana de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a equipe da Secretaria de Assistência Social e Trabalho, através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS, esteve na manhã dessa quarta-feira, 16, no Colégio Municipal Eurides Sant’Anna, fazendo o trabalho de prevenção e ministrando palestras com objetivo de alertar sobre os abusos sexuais.

Acompanhada da equipe, a secretária Karlúcia Macêdo também concedeu entrevista à Rádio Vale do Rio Grande nessa manhã, explanando a importância dessa prevenção que está sendo realizada durante todo o mês de maio em escolas municipais, creches, unidades de saúde e ambientes movimentados da cidade.

“Estamos mobilizando toda a sociedade para esse tema que precisa ser debatido e enfrentado com coragem. Quanto mais informação, maiores as chances de incentivarmos o combate ao abuso e exploração sexual que ainda é uma chaga que atinge as nossas crianças e adolescentes. Em Barreiras, estamos trabalhando esse assunto em diversos ambientes sociais, e no próximo dia 18, dia “D” iremos fazer a mobilização na Praça Castro Alves, com rodas de conversas, contação de histórias apresentações musicais e jogos, com o objetivo de sensibilizar e informar à população acerca desse assunto”, destacou a secretária de assistência social e trabalho de Barreiras.

A equipe do CREAS, estará na noite dessa quarta-feira, às 19h30, participando da Tribuna Popular na Câmara de Vereadores de Barreiras. A conversa será com o advogado Jandimário Teixeira e com a psicóloga Mara Fernandes, que juntos irão falar do tema Faça Bonito, Esquecer é Permitir, Lembrar é Combater.

Mobilização para o Dia D

Segundo a Campanha do Projeto Faça Bonito, visível no site www.facabonito.org.br/a-campanha, o dia 18 de maio foi instituído em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas, reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do Ecpat no Brasil. O evento foi organizado pelo Centro de Defesa de Crianças e Adolescentes (CEDECA/BA), representante oficial do Ecpat, organização internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças, pornografia e tráfico para fins sexuais, surgida na Tailândia. O encontro reuniu entidades de todo o país. Foi nessa oportunidade que surgiu a ideia de criação de um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil.

  • Compartilhe: